terça-feira, 25 de junho de 2013

Chá - História, Tipos e Diferenças




O chá é uma bebida preparada através da infusão de folhas, flores, raízes de chá, ou Camellia sinensis (o Chá Verde). Geralmente é preparada com água quente. Cada variedade adquire um sabor definido de acordo com o processamento utilizado, que pode incluir oxidação, fermentação, e o contato com outras ervas, especiarias e frutos.
História
Historicamente, a origem do chá como erva medicinal útil para se manter desperto não é clara. O uso do chá, enquanto bebida social data, pelo menos, da época da dinastia Tang.
Os primeiros europeus a contactar com o chá foram os portugueses que chegaram ao Japão em 15431.
Em breve a Europa começou a importar as folhas, tendo a bebida tornando-se rapidamente popular, especialmente entre as classes mais abastadas na França e Países Baixos. O uso do chá na Inglaterra é atribuído a Catarina de Bragança, princesa portuguesa que casou com Carlos II da Inglaterra e pode ser situado cerca de 1660. Catarina patrocinava "Tea parties", onde o chá passou a ser apreciado pelas mulheres e, posteriormente, daí passou a ser também do gosto masculino.
O chá era bebido em cafés e seu consumo foi crescendo desde o final do século XVII, sendo que era bebido a qualquer hora do dia até o início do século XIX, quando a tradição chá da tarde ("five o'clock tea") foi instituída pela sétima Duquesa de Bedford em Londres.


O Chá no Brasil
O cultivo do chá começou no Brasil no século XIX, porém mesmo com uma excelente qualidade, não conseguiu ser uma cultura de tanto sucesso graças à competição com os preços dos chás provenientes da Ásia. A maior parte da produção brasileira está na região do Vale do Ribeira, no estado de São Paulo, sendo que a sua produção é voltada à exportação, mesmo sendo inferior a qualidade do chá nos primórdios do cultivo.
Na década de 1810, os primeiros chineses chegaram ao Rio de Janeiro para introduzir a cultura do chá no Brasil. A ilustração do pintor alemão Johann Moritz Rugendas (1802-1858) registrou a plantação chinesa de chá na região do Jardim Botânico


Quais os Tipos de Chá
O chá é tradicionalmente classificado em quatro grupos principais baseados no grau de oxidação:
Chá branco: folhas jovens (novos botões que cresceram) que não sofreram efeitos de oxidação; os botões podem estar escudados da luz do sol para prevenir a formação de clorofila.
Chá verde: a oxidação é parada pela aplicação de calor, que através de vapor, um método tradicional japonês, ou em bandejas quentes (o método tradicional chinês).
Oolong : cuja oxidação é parada algures entre o chá verde e o chá preto.
Chá preto: oxidação substancial. A tradução literal da palavra chinesa é chá vermelho, o que pode ser usado entre os fãs de chá.


Como Fazer o Chá - Infusão, decocção ou maceração. Aprenda a diferenciar.
Infusão: contato da planta (folhas ou flores) com água fervente
Despejar água fervente sobre as partes ativas do vegetal (flores e folhas), deixar descansando por 5 a 10min. Coar e servir.
- 5gr para 100ml de água.
Decocção: extração dos princípios ativos de raízes, sementes e cascas, com água até a ebulição.
Despejar água fria sobre as partes ativas do vegetal (raízes, sementes ou cascas), aquecer até ebulição e deixar 5 a 10 min. Abafar por 10 – 15 min, coar e servir.
- 5 gr para 100ml de água
Maceração: consiste em deixar a erva (amassada) de molho em água fria por 10 a 12hs (folhas, flores e sementes) ou por 16 a 18hs (caules, cascas e raízes). O recipiente deverá permanecer coberto e o ambiente deverá ser fresco. Após esse tempo o chá estará pronto para o consumo.
- 5 gr para 100ml de água

Um pouco mais sobre chás:
- Sempre que possível, priorize o consumo da erva fresca. O sachê de chá pode reter parte do princípio ativo da erva.
- Ervas como  hortelã, cidreira, alecrim são excelentes opções de chás. São fáceis de serem cultivadas mesmo em apartamento. Bastam um simples vaso e presença de sol.
- Experimente misturar chás gelados com sucos, conseguindo um refrescante suchá ou consumi-los gelados, na forma de refrescos.
- Varie a forma do consumo, ao invés de utilizar somente a erva seca, experimente utilizar a planta fresca. O ambiente da casa ficará perfumado.
- Pode-se sofisticar e servir com uma rodela de limão ou laranja, ou com um pouco de suco de limão.
- Os chás podem ser adoçados com mel e aromatizados com canela, cravo e gengibre.
- Varie os tipos de chás.
- O consumo deve ser imediato, na geladeira é recomendado consumir antes de 10 horas.
- Importante: os chás não devem substituir o uso de medicamentos, consulte sempre o seu médico.
FONTES: WIKIPÉDIA – VEJA.COM (VIVER BEM)

IMAGENS: http://folhadocha.blogspot.com.br e Google