quarta-feira, 23 de maio de 2018

O que são plantas Suculentas?



Às vezes me pego no esquecimento, e chamo de leguminosas.....
As plantas suculentas são aquelas nas quais a raiz, o talo ou as folhas foram engrossados para permitir o armazenamento de água em quantidades muito maiores que nas plantas normais. São originárias do continente africano, mas podem ser facilmente encontradas aqui no Brasil.

 Por reterem bastante líquido, é uma planta ótima para quem não tempo de cuidar de plantas e por isso esquece a rega. As suculentas podem ficar dias expostas ao sol sem precisar de água quanto outros tipos. No verão molham-se uma vez por semana, no inverno a cada 15 dias.
Normalmente são confundidas com os cactos, mas não é a mesma coisa. Os cactos são reconhecidos pelos espinhos, mesmo que nem todas as espécies o tenham, e as suculentas são reconhecidas pelas folhas mais “gordinhas”, mesmo que algumas espécies tenham a aparência de cactos.

Existem milhares de espécies de suculentas espalhadas pelo mundo.

Segue o Link de uma reportagem da Casa Cláudia, de onde veio a imagem deste Post.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Mudando do vinho para água


Recriar - Recomeçar
Em 2016, após minha passagem para reserva do Exército Brasileiro, transferi residência para Joinville – SC. Achava que com mais tempo livre iria me aprofundar na arte gastronômica. Ledo engano. Fiquei mais distante por falta de opções de cursos, do CEASA e da Cia dos amigos deixados. Comecei a viver Joinville, postei algo enquanto morava na casa da minha vó, com temas da “roça”.
Passados 2 anos, e sem horizonte a vista, cozinhei para novos amigos e família,mas nada que empolgou nos dois casos.
Este ano, 2018, resolvi apostar num novo Hobby, agora estou lendo, adquirindo material e treinando. Estou cultivando suculentas e fazendo terrários – fiz 2 e planejando um terceiro com outra mania minha, miniaturas.
 Este fiz no aniversário da minha mãe
Imagem de Fátima

Para o aniversário da irmã
Casal que viaja e ama Paris

Em breve, postarei mais, ou sobre suculentas ou sobre gastronomia.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

5 erros mais comuns na hora de fazer churrasco - Reportagem

Navegando pela Internet achei esta matéria no Site do Jornal A Gazeta do Povo – Bom Gourmet, com dicas para fazer um bom churrasco. O Link para acessar o site coloquei no final. Bom apetite e boa leitura!

Vai preparar um churrasco e quer fazer tudo certinho? Se nas suas férias você comanda a grelha, descubra quais são os 5 erros mais comuns na hora de assar carne na churrasqueira e não perca as dicas que o  Bom Gourmet selecionou. Confira:

Carne marmorizada
Preparar um bom churrasco começa no processo de escolha da carne. Independentemente do corte, preste atenção na gordura e procure as carnes com gordura entre as fibras, o chamado marmoreio. Fuja das gorduras com tom amarelo forte, que significa carnes mais velhas e, portanto, menos macias.

Hoje está mais fácil encontrar diferentes tipos de cortes nos açougues. Antes havia só os franceses mignons e entrecôte. Agora já é comum achar cortes argentinos e uruguaios como ojo de bife, bife de chorizo e bife ancho. A última fronteira são os americanos prime rib e rib eye.

Tempero na medida
Cada tipo de carne pede um tempero diferente. O carneiro, por exemplo, precisa ser marinado, de preferência um dia antes de ser levado ao fogo. Outras carnes como fraldinha, alcatra e picanha, podem ser temperadas apenas com sal grosso. Embora hoje não exista uma regra única para o uso do sal. Atualmente tem gente que prefere o sal de parrilla, com moagem intermediária, nem tão grosso como o sal grosso e nem tão fino quanto o refinado. Com ele, nem precisa bater a carne como se faz com o sal grosso. Se optar pelo uso, a forma correta de utilizar o sal é colocá-lo poucos minutos antes de ir para a churrasqueira, salpicando em cima do corte de forma homogênea até cobrir toda a peça.

Forma e tempo de grelha
O tempo de grelha vai depender essencialmente da espessura do corte. Quanto maior, deverá ficar mais tempo na churrasqueira. O ideal é mudar o lado da peça apenas uma vez, não várias vezes. Para os espetos, é necessário ficar virando constantemente para que asse de forme uniforme. A escolha do carvão também pode influenciar no resultado. Nesse caso, é preciso levar em conta algumas informações preciosas, como nunca tirar a gordura antes de colocar a carne para assar e não salgar as bovinas com antecedência.

Distância do fogo
A distância entre a grelha e a brasa também depende do tamanho do corte. Para os menores, deve ser mais próxima, de aproximadamente 15 centímetros. Para os maiores pode chegar a 40 centímetros. A costela, por exemplo, deve ficar a cerca de 70-90 cm de distância da brasa, em fogo médio, com os ossos para baixo. Demora de 2h30 a 3 horas para ficar pronta, no caso da ripa.

Ponto
Os pontos de grelhar os cortes são basica­men­te três: malpassado, ao ponto e bem passado. Alguns cortes, como o bife de chorizo, a picanha e a alcatra, segundo os especialistas, são indicados para serem servidas malpassadas. Já costela e cupim, por exemplo, devem estar, no mínimo, ao ponto. Os cortes como picanha, miolo de alcatra e steak (contrafilé) têm uma capa de gordura e, por isso, devem ser seladas (colocadas na grelha) também em todas as dimensões, não somente dos lados de cima e de baixo.
Segue o Link 


quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Frango Ensopado com Batata Doce (laranja) e Cogumelos


Durante uma noite de verão, em uma madrugada de muito calor, não conseguia dormir, então liguei a TV e me deparei com esta receita, a qual não lembro o nome, nem o canal que estava passando.
Anotei os ingredientes numa folha qualquer e vi o modo de fazer.
Alguns ingredientes foram suprimidos, outros substituídos, mas no fim testado e aprovado.


INGREDIENTES

- 1 kg de coxas e sobre coxas temperadas com sal e pimenta do reino – utilizei apenas o filé
- bacon defumado em cubos
- 50g de manteiga
- 3 dentes de alho fatiados
- Alho poró picado em rodelas – utilizei desidratado
- 2 a 3 cebolas cortadas em petálas
- 2 batatas doce laranjas cortadas em rodelas
- 1 Cálice de vinho tinto/branco seco
- 1 bandeja de cogumelos Portobello cortados ao meio, separando o chapéu do pé (veja a foto do prato)
- 2 latas de tomate pelati
- 2 latas de água (água usada para lavar a lata do tomate) - ½ pimenta cortada em tiras sem sementes
- Sal a gosto (tempero do frango)
- Pimenta do reino a gosto (tempero do frango)

INSTRUÇÕES

1) Em uma panela caçarola (usei de ferro) colocar a manteiga pra derreter em fogo baixo , após acrescentar o bacon em cubos. Após acrescentar as cebolas e os alhos. Deixar ficar transparente.

2) Adicionar o frango, e após selar a carne, despejar o Vinho, deixar evaporar um pouco, e acrescentar as latas de tomate pelati, e depois a mesma quantidade de água.

3) Disponha a pimenta em tiras finas e as rodelas de batata doce e , mexa para que fiquem ensopadas (elas darão o ponto do cozimento).

4) Por fim coloque delicadamente os cogumelos e tampe a panela.
5) Deixe cozinhar por 15 minutos. Verifique de tempos em tempos se a batata doce amoleceu. Este é ponto do ensopado.


6) Sirva quando a batata estiver macia.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Água saborizada ou aromatizada com Romã, Limão Siciliano e Gengibre

Sempre foto de celular

Água Aromatizada ou Saborizada

Com o Calor do Verão o importante sempre é estar com o corpo hidratado. Porém muitas pessoas não gostam de tomar água pura e simples, então esta é uma dica.

A água aromatizada ou saborizada é fácil de fazer e muito prática. Você pode utilizar água filtrada ou mineral (com ou sem gás) fazendo combinações que mais te agradam.
Dica de Ouro: não exceda na quantidade de frutas, afinal queremos apenas dar um gosto na água para ficar mais agradável seu consumo


Abaixo algumas idéias para aromatizar a água:
- Abacaxi
- Ramos de Alecrim
- Carambola em tiras (formato de estrela)
- Folhas de Hortelã
- Laranja
- Limão siciliano em fatias
- Pepino em rodelas
- Semente e suco de Romã.
- Mirtilo, Cerejas, Framboesas, Melancias ou Morangos (frutas vermelhas)
- Gengibre ralado ou em lâminas

Água saborizada ou aromatizada com Romã, Limão Siciliano e Gengibre

 Só posso dizer que é deliciosa e refrescante.

Receita
- Em uma jarra esprema metade de uma romã com as mão e a outra metade raspe com uma colher fazendo os bagos cair dentro do jarro.
Acrescente fatias de Limão siciliano (lave a casca antes!) 
Adicione um pouco de gengibre ralado
Coloque um pouco de água até cobrir todo conteúdo e deixe descansar na geladeira por uma hora 
Depois é só colocar bastante gelo e completar com mais água.

Precauções para o Chá de Romã – feito com a casca
-Ingerido, pode causar zumbido, distúrbios, visuais, espasmos na panturrilha, tremores, náuseas e vômitos.
-Uso tópico, procurar não engolir.
- Mulheres grávidas devem evitar usos de chás durante a gravidez devido ao risco de aborto. O romã não aborta, mas todo uso deve ser feito sob orientação do médico

domingo, 14 de janeiro de 2018

Bolo de Carne da Tina


Esta receita é originária do site Tastemade Brasil, com o nome de Bolo de Carne com Purê de Batatas.
Foi renomeado em virtude da minha amiga “Tina” ter me proposto o desafio de recriar o prato para satisfazer seus desejos de grávida. Desafio aceito.
Alguns ingredientes foram suprimidos, outros substituídos, mas no fim testado e aprovado.

Aguardando o próximo desafio.

Com o prato servi uma água saborizada com Romã, Limão Siciliano e Gengibre, cuja receita estará no próximo Post.

INGREDIENTES

- 1 kg de carne bovina moída - Patinho ou outra de sua preferência
- 2 colheres de chá de alho em pó – ou 3 dentes de alho ralados
- 1 ou 2 colheres de sopa de creme de cebola em pó
- Sal a gosto
- Pimenta do reino a gosto
- Folhas de ½ maço de manjerona
- 2 ovos
- ½ xícara de farinha de trigo - farinha de rosca ou Panko
- 6 batatas cozidas amassadas
- 50g de manteiga
- 50ml de creme de leite - requeijão
- 50ml de leite (não utilizei)
- 150g de queijo muçarela em fatias
- 150g de bacon em fatias
- 2 colheres de sopa de mel

INSTRUÇÕES

1) Em um recipiente dispor a carne moída, o alho, o creme de cebola em pó, sal, pimenta do reino, folhas de manjerona, 2 ovos e a farinha. Misturar tudo muito bem. Reservar.
2) Em uma panela, dispor as batatas cozidas e amassadas e juntar a manteiga e o creme de leite. Misturar bem até a manteiga derreter. Temperar com sal e pimenta. Reservar.
3) Abrir a mistura de carne em forma de retângulo, dispor as fatias de queijo e dispor o purê por cima.
4) Enrolar como um rocambole.
5) Dispor as fatias de bacon por cima e pincelar mel.
6) Levar ao forno a 180 graus por 1 hora.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Salmão aos alhos com cachaça de maracujá




Mais um prato de minha autoria, utilizando ingredientes disponíveis na dispensa.
A pimenta biquinho era em conserva. O Alho poró desidratado.
Cachaça em substituição a água para o suco.
Ficou excelente!!! E nem deu tempo de tirar a foto do prato!!!

Ingredientes

- 1 filé de salmão com pele
- 1 talo de alho poro cortado em tiras finas
- 3 dentes de alho cortados em lascas finas
- sal, pimenta e pimenta biquinho a gosto
- Polpa de 1 maracujá
- 100 ml de cachaça
- azeite

Modo de preparo

1. Tempere o salmão com o azeite, sal e pimenta.

2. Forre a forma com papel alumínio, coloque um fio de azeite e coloque o filé com a pele para baixo. Um dica é deixar as bordas mais altas de alumínio fazendo com que o molho permaneça em contato com o peixe.

3. Passe a polpa do maracujá numa peneira, e depois despeje a cachaça na peneira e esmague as sementes, para extrair mais suco. Reserve as sementes.

4. Despeje o suco com a cachaça por cima do salmão, após adicione os alhos e a pimenta biquinho, por último as sementes - quando secas no assar vai dar uma crocância.

5. Leve ao forno médio, pré aquecido, por 20/30 minutos

6. Retire o peixe do forno, abra o alumínio e sirva.


Se desejar, sirva com arroz e salada de folhas verdes.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Paleta de cordeiro ao perfume de alho e alecrim - Atualização Out/17


Paleta com batatas Duchesse
Obs: No Final da Postagem novas fotos tiradas em outubro/2017. 
Rendimento: 6 porções
 Ingredientes:
- 1 cabeça de alho
-  1 maço de alecrim pequeno
- Azeite de oliva extravirgem a gosto
- 1 paleta de cordeiro (2,5kg) com osso
- 3 cebolas

Modo de preparo:
1) Pré-aqueça o forno à 200°C.
2) Usando um pilão, esmague 4 dentes de alho descascados, metade das folhas de alecrim e uma pitada de sal e pimenta até formar uma pasta.
3) Em seguida, misture cerca de 3 colheres de sopa de azeite até fica homogêneo.
4) Faça 10 cortes na paleta e esfregue a marinada em toda a carne e empurre para dentro de cada corte.

 5) Descasque as cebolas, corte em quartos e acomode-as no fundo de uma assadeira.

6) Coloque o cordeiro sobre as cebolas.

 7) Adicione 500ml de água, cubra com papel alumínio e asse por 3h.
 8) Passado esse tempo, retire o papel alumínio e acrescente mais 200ml de água.
9) Asse por mais 1h sem o alumínio.
10) Retire o cordeiro do forno, corte a carne em fatias e sirva com as cebolas e o líquido do fundo da assadeira

Dicas
Realizar a limpeza da carne com ela ainda congelada (meio) – facilita o manuseio.
Tirar o sebo em excesso, deixar a gordura. Cuidado para não furar os nódulos (olhos) de gordura.
Retirar as fáscias (fibras brilhosas existentes)
Colocar um pouco de azeite no fundo da assadeira antes das cebolas

Fotos de 2017
Desta vez fiz em casa colocando além do alho, alecrim, tomilho e orégano.
Utilizei forno elétrico, um pouco mais de água (não ficou legal). 
Apliquei o tempero 12h antes , ensaquei e deixei na geladeira, da noite para o dia.
Ficou muito gostoso.



 

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Bolo Arco Irís


Olá! tudo bem?
Após um longo período sem postagens, coloco esta em Homenagem ao Dia das Crianças que se aproxima. Este bolo tanto foi feito no colégio com crianças quanto aqui em casa. Se observarem direito existe um bolo de cor mais viva (colégio) e outro mais claro (casa).
Creio que é uma boa dica de preparo para o Dia das Crianças e , ainda, envolve-las nos preparo.


Ingredientes

- 1 massa de bolo sabor baunilha (preferencialmente)
- 3 ovos
- 2 colheres de manteiga
- 150 ml de leite integral
- Corantes vegetais Comestíveis: azul, amarelo, vermelho, laranja, roxo e verde.


Modo de preparo

1. Em um recipiente misture a massa com todos os ingredientes, com exceção dos corantes, e bata por 5 minutos.
2. Divida a massa em seis partes  iguais e coloque em recipientes de mesmo tamanho.
3. Aplique o corante de cor desejada em cada um e misture até obter homogeneidade.

Meu filho
4. Unte a forma com manteiga.

5. Depois de untada a forma coloque uma massa por vez, sendo que uma tem que ir dentro da outra, na seguinte ordem: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul e roxo.


6. Coloque pra assar em forno pré-aquecido por 35 a 40 min, a 180° C.
Meu bolo - casa


quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Brigadeiro de Cenoura - Cenourinha

Foto de Celular

INGREDIENTES
- 1 lata de leite condensado
- 1 cenoura média batida no liquidificador com pouca água (suficiente para as hélices girarem)
- 1 colher de manteiga
- açúcar cristal para decorar (colorido ou não)
- folhas de hortelã para decorar

MODO DE PREPARO
- Coloque numa panela média o leite condensado, as cenouras batidas, junte a manteiga e leve ao fogo baixo, mexendo até aparecer o fundo da panela.
- Despeje em um prato levemente untado.
- Deixe esfriar.

MONTAGEM
- Dê forma de cenoura ao brigadeiro, passe no açúcar e decore com folhas de hortelã; ou

- Sirva em taças

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Bobó de Camarão

A versão da Wikipédia:
 "Bobó é um prato da culinária brasileira popular na cozinha da Bahia, de origem africana. Trata-se de um creme pouco consistente feito de inhame, vinagreira, etc., cozidos e amassados com azeite-de-dendê, pimenta, sal e um pouco de camarão seco. Pode ser servido quente, morno ou frio, como prato principal ou como acompanhamento. O bobó de inhame e o de vinagreira são os mais antigos, preparados desde o século XVII. Depois, foram sendo sofisticados com o acréscimo, à massa básica, de frutos do mar (camarão fresco, caranguejo desfiado, mexilhão, bacalhau, etc.), previamente refogados. O atual bobó de camarão, prato de renome, também tem, entre seus ingredientes mandioca e leite de coco.

INGREDIENTES
- 2 kg de camarão médio (limpo ou com casca)
- 2 kg de mandioca (sem casca)
- 1 pimentão verde micropicado
- 1 pimentão vermelho micropicado
- 4 tomates bem maduros, sem pele e sementes, picados
- 2 cebolas bem picadas
- 6 dentes de alho amassados ou picados
- 1/2 vidro pequeno de azeite de dendê
- 1/2 xícará de chá de óleo (azeite ou manteiga de garrafa)
- 1 vidro pequeno de leite de coco
- 1 colher de sal
- pimenta de cheiro a gosto
- 1 1/2 de água resultante do cozimento das cascas do camarão (opcional)
- Suco de 1 limão
- 1 colher de manteiga
- 1 dente de alho picado
- 4 colheres (sopa) de salsa ou coentro (conforme o gosto)


MODO DE PREPARO
Opção 1- Camarão com casca: descasque, lave bem as cabeças/cascas e esquente junto com 1, 5 litros de água com sal. Coe em um pano, reserve. Com esta água cozinhe a mandioca até começar a desmanchar. Após descascar o camarão, Tempere com limão, alho e sal. Em uma panela, aqueça o azeite (óleo/manteiga de garrafa) e refogue bem rapidamente. Reserve.
Opção 2 -  Camarão sem casca: Tempere o camarão com limão, alho e sal. Em uma panela, aqueça o azeite (óleo/manteiga de garrafa) e refogue o camarão bem rapidamente. Reserve.
Mandioca: Em uma panela de pressão cozinhe a mandioca (água do camarão ou pura). Amasse (ou bata no liquidificador com água do cozimento) e reserve.

Molho: em uma panela, aqueça o azeite(dendê/óleo/manteiga de garrafa). Acrescente nesta ordem o alho, dourando-o, 
os pimentões, 

a cebola até murchar ,

os tomates  e deixe refogar por 10 min (panela tampada).

 Adicione o creme de mandioca, o leite de coco e o dendê (caso não tenha utilizado no item anterior para refogar) misture bem.

Verifique o sal (corrija),  Acrescente as pimentas de cheiro (opcional) e  os camarões, misture de acordo com a textura que deseja atingir.

Por fim coloque a salsa (ou coentro) para decorar ou agregar sabor.

Sirva