quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Pratos famosos - Torta Marta Rocha






O nome Marta Rocha é conhecido em todo Brasil como a Miss Brasil que quase foi eleita a mulher mais bonita do mundo.  Ficou em segundo lugar devido a duas polegadas a mais no quadril, no concurso de Miss Universo de 1954. Pelo menos esta foi a justificativa para o segundo lugar da brasileira que era a favorita a ser eleita Miss Universo. Jornalistas que na época trabalharam na cobertura do evento, hoje alegam que o primeiro lugar foi para a americana Miriam Jacqueline Stevenson porque o concurso passava por uma crise financeira e precisava agradar seus patrocinadores, que eram americanos.

Miriam Stevenson e Marta Rocha

Para os curitibanos, além da Miss Brasil, o nome Marta Rocha está ligado a história da cidade e a criação de uma iguaria que é conhecida em algumas regiões do país, mas principalmente nas regiões sul e sudeste, como a torta marta rocha.
Criado pela Confeitaria das Famílias, localizada em Curitiba e fundada por Jesus Tezardo, o doce foi feito em homenagem à miss brasileira para consolar sua esposa, Dair da Costa Terzado, que estava triste com a derrota da baiana no concurso de miss Universo. Segundo informações do Sr. Manoel, primo de Jesus Tezardo que trabalha na confeitaria desde 1958, a marta rocha foi criada em 1954 e mantém sua receita original até hoje: pão de ló, recheio de coco, doce de leite e ameixa com cobertura de damasco, doce de leite e fondant. Até mesmo o design criado na época foi mantido.
Existem reivindicações pela autoria da torta, e diversas versões sobre sua criação, como também existem outras receitas com o mesmo nome, porém a mais conhecida, pelo menos em Curitiba, é a da Confeitaria das Famílias. Chistiane Pereira, freqüentadora há 20 anos da casa, conta que o doce fez parte da sua vida, pois esteve presente em várias comemorações. “Sempre comprei a marta rocha. Me lembro quando ainda não havia os balcões refrigerados que existem agora na confeitaria”.




Independente da origem, de seu verdadeiro criador ou das histórias contadas, o fato é que o nome de Marta Rocha hoje é tão conhecido quanto o da torta que leva seu nome.  Ironicamente tivemos uma representante que merecia ganhar o título e talvez tenha ficado mais famosa por tê-lo perdido.