domingo, 18 de maio de 2014

Flores Comestíveis


Quando o assunto é acrescentar flores aos alimentos, para saborear ou enfeitar, parte das pessoas  faz cara de nojo ou feia, mas hoje em dia é normal ver em pratos flores. Mas lembre-se que provavelmente você já experimentou flores sem notar... brócolis, couve-flor e alcachofra...são flores! 

Se ficou com vontade de experimentar, nem pense em colher as plantas do jardim ou do vaso que enfeita a mesa da sala. "Podem ter sido contaminadas de alguma maneira ou conter partes venenosas." Devem ser adquiridas em produtores especializados (vá ao CEASA-DF), que as cultivam sem o uso de produtos químicos e pesticidas.


Veja abaixo algumas destas flores:
Amor-perfeito - Pode ser usada tanto nas saladas como para decorar as sobremesas, sopas e guarnições. Tem sabor ligeiramente adocicado. 

Borago - Também conhecida como borragem, é uma planta medicinal (Borago officinalis) usada como expectorante e fornece certa dose de vitamina C. Algumas pessoas acham seu sabor semelhante ao do pepino. As folhas são usadas em compressas para suavizar problemas de pele.

Calêndula - Acrescenta colorido à salada, mas o miolo deve ser retirado na hora de comê-la. Há muitos anos já era utilizada na alimentação por ser um bom corante para caldas e bolos. 

Capuchinha - Uma das flores mais usadas em restaurantes finos, geralmente em saladas. Tem sabor picante que lembra o do agrião. É rica em vitamina C e apresenta propriedades digestivas.

Dente-de-leão - Interessante para compor saladas, se for colhida jovem e servida logo em seguida. Tem sabor doce, parecido com o do mel.

Hibisco - Apropriado para saladas, xaropes e algumas bebidas alcoólicas. Conta com notas cítricas e frutadas, mas é ligeiramente ácido. 

Para saber mais