sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Carne de Porco




Mais um tópico que irei tratar neste Blog: a carne de porco.
Serão 3 postagens, sendo a primeira hoje, e nos próximos dez dias, mais duas, com os seguintes assuntos abordados:
- Carne de Porco – história e dados estatísticos
- Cortes da Carne Suína
- Uma receita: Filés de Copa Lombo com salada Waldorf


Carne de porco
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A carne de porco (ou carne suína) é todo tipo de carne obtida a partir do porco doméstico (Sus domesticus). É uma das carnes mais consumidas do mundo, com evidências de pecuária suína que datam de 5000 a.C.. No entanto, o seu consumo é considerado como um tabu alimentar por diversas religiões, como o judaísmo, islamismo e o adventismo, que a consideram uma carne impura.

A carne de porco, também dita carne porcina ou suína, é comida de diversas maneiras, incluindo cozida, salgada ou defumada (presunto, incluindo o prosciutto italiano) ou uma combinação destes métodos (toucinho, bacon ou pancetta). Também é um ingrediente comum das salsichas e lingüiças. A charcuteria é o ramo da culinária dedicada aos produtos de carne preparada, principalmente de porco.

A suinocultura desempenha papel estratégico na alimentação humana. A carne de porco é a carne mais consumida no mundo; para alguns autores representaria 44% do consumo global, contra 29% da bovina e 23% da carne de aves, enquanto outros a apontam como sendo responsável por 38% da produção mundial de carne, seguida pela carne de frango, com 30%, e a bovina com 25.

O Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial de produção de carne suína, com 3,1 milhões de toneladas por ano. O país vem se destacando nos últimos anos como um dos principais produtores e exportadores mundiais desta carne, não sendo alheios os fatores qualidade e rastreabilidade dos produtos.

São produzidos diversos tipos de derivados a partir da carne suína, a produção artesanal, corresponde a cerca de 11%, e se concentram em áreas do sul e sudeste do país.