quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Cortes da carne Suína



A imagem abaixo retirei do Site TERRA, onde clicando em cima da figura, aparece a descrição da parte e também a melhor forma de consumo.
A maioria dos cortes da carcaça suína recebe a mesma denominação dos cortes bovinos. Assim, o consumidor, muitas vezes já habituado com a nomenclatura da carne de boi, não fica confuso na hora da substituição de um tipo por outro.
Para começar, vamos entender melhor de onde são retiradas as carnes.
No pernil traseiro, o mais consumido, tem a alcatra, a picanha, o coxão duro, o coxão mole e o pé.
Em cima, tem o carré, de onde são tirados a bisteca, o lombo e o filé mignon suíno, também chamado de filezinho.
Abaixo do carré ficam a costela, a panceta, que é o bacon fresco, e a barriga, de onde sai o toucinho.
Na parte da frente do porco está a paleta, que é o pernil dianteiro, e acima, fica a copa lombo.
Então, ele separa o carré da costela. Ela pode ser cortada com cutelo ou com serra.
Do carré sai a copa lombo, uma das partes mais macias do porco.
E da copa lombo sai o suan, que é uma parte muito saborosa e barata, mas pouco conhecida.
O suan da copa lombo é chamada de suan à mineira.
Do que sobrou do carré saem o filé mignon, o lombo e as bistecas.
É melhor cortar as bistecas com serra e não com o cutelo para que não sobre nenhuma ponta de osso que possa machucar quem vai comer a carne.

No próximo post uma receita simples, porém muito saborosa feita com a copa lombo com salada.